top of page

Ciência Social da UFAM repudia*

Poder Executivo Ministério da Educação Universidade Federal do Amazonas Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais Departamento de Ciências Sociais

NOTA PÚBLICA

“Contra as ideias da força, a força das ideias”.

Florestan Fernandes

O Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal do Amazonas – DCiS/UFAM vem publicamente manifestar seu profundo repúdio à violência policial cometida contra o estudante Christopher Souza da Rocha, hoje, dia 10 de agosto de 2023, na área do auditório rio Amazonas, na Faculdade de Estudos Sociais - FES. Algemado, preso e conduzido à sede da Polı́cia Federal, o estudante ali estava com o objetivo de manifestar sua oposição à polı́tica do Estado de Israel contra os palestinos. Suas armas eram a palavra e uma bandeira. Encontrou pela frente policiais fortemente armados e dispostos a interditar o conflito de ideias e a livre manifestação pública. Nós, do DCiS, além de repudiar a conduta violenta da PF, reivindicamos a apuração das responsabilidades por esse ato de covardia e censura à palavra de uns, e de empenho na proteção à de outros, numa clara agressão ao ambiente de debate e crı́tica, que caracteriza as Instituições de Ensino Superior de paı́ses comprometidos com a democratização da sociedade. Fatos como esse precisam ser combatidos dentro e fora das universidades, pois são sintomáticos de práticas autoritárias, que continuam a ameaçar o espaço pú blico, os valores democráticos e a vida nacional.

Manaus, 10 de agosto de 2023

Colegiado do Departamento de Ciências Sociais

__________________________________________________________________________________

*A Nota acima foi emitida pelo Departamento de Ciências Sociais da UFAM, na tarde de ontem, 10-08-2023.

31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Não fazem falta

Há indivíduos que, ausentes, fazem enorme favor aos outros. Cafu e Ronaldinho Gaúcho organizam um jogo entre veteranos, cuja renda se destinará às vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul. Enquanto

O medo da urna

A credibilidade do governador Eduardo Leite afundou de vez nas águas do Guaíba e outros rios. Quando todas as cidades atingidas pelas enchentes baixarem, restará na lama o prestígio do governante. Alé

Provas provadas

A Revista de Saúde Pública, do Instituto Sérgio Arouca, tirou as dúvidas. Nós municípios em que o ex-capitão excluído das forças armadas e tornado inelegível venceu as eleições de 2022, o índice de mo

Comments


bottom of page