Chico, Francisco e o pau

A censura, este instrumento tão indigno quanto oprobrioso, tem sido condenada por gente como Rodrigo Constantino e Carlos Zero-dois. A causa é o cancelamento de Donald Trump pelas redes (anti)sociais. Em qualquer hipótese, abjeta, a censura tão pregada e admirada, às vezes até executada por alguns, feita pelos outros é crime. Chicos e Franciscos são ignorados pelo pau, na hora de bater. O resto é chororô.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

95 anos de Thiago de Mello

O editor participa das homenagens ao poeta da claridade, que mais canta, quanto mais escuro está. O poema-homenagem pode ser lido nestas páginas (Nauta, vídeos) ou em videocultura.manaus.am.gov.br Nes

Paiol de beleza

Passa a integrar a tripulação desta nau, para enriquecê-la, o poeta Zé Maria Pinto. Bem-vindo, o autor de Fragmentos de silêncio, A história como metáfora e outros ensaios de amor e Teatro e resistênc

Nova colaboradora

Nicole Bomfim Seráfico de Assis Carvalho é uma jovem estudante, apreciadora da natureza e das imagens que ela oferece. Por isso, decidiu oferecer oi registro fotográfico do que seus olhos veem. Dela é

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.