Carrascos, não menos

Manaus, já não há qualquer dúvida, investe-se hoje do pior papel na tragédia chamada pandemia. Aquilo que a comunicação chama epicentro do fenômeno. Lamente-se o destino a que as autoridades públicas e seus cúmplices trouxeram a cidade, onde os números tanto assustam, quanto põem à mostra a índole de certa gente. Se chama-los assim não é apenas força de expressão. Erros administrativos, inadmissíveis em quem se credencia a postos públicos eletivos, acabam por tornar-se menores, diante do cenário quase surreal em que vivemos. Não se trata, agora, de reiterar as suspeitas e denúncias de que fulano ou sicrano é incompetente, despreparado, tosco. Essa é verdade já sabida, incapaz no entanto de evitar que pessoas (?) assim conhecidas cheguem às posições a que chegaram. Resta, então, apreciar a conduta desses mesmos agentes, quando novos problemas desafiam – não mais competência, preparo, vocação analítica que se sabem inexistentes. Trata-se de identificar as razões primeiras, e últimas, asquerosamente distantes das que seriam exigíveis de TODOS os agentes públicos. Até prova em contrário, e diante do que se tem sabido sobre o uso da vacina a tanto custo recebida pelas autoridades amazonenses, o imunizante corresponde à guilhotina, aos fuzis, à forca, às câmaras de gás dos nazistas. Nossa surrealidade, ao final, mostra-nos tragicamente criativos: escolhemos nossos próprios carrascos. Alguns (óbvio ululante, diria Nelson Rodrigues), dispensados de usar outras máscaras, não fosse a que a natureza lhes pôs cobrindo a fealdade – aparente e intrínseca.

4 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pensamento e Arte na Amazônia

Começam hoje, a partir de Manaus, os trabalhos do I Encontro Internacional da rede ABRAS, realizado em concomitância com o XII Encontro de Administração e Pensamento Social Brasileiro e IX Encuentro d

Uma semana bastaria

Dizem os livros sagrados que o Universo foi criado em sete dias. Raros os objetivos alcançados em tão curto período de tempo, ainda mais se dependentes do esforço de humanos. Os deuses jamais serão al

Tragédia anunciada

Ao fim do primeiro dia de trabalho da CPI da Covid-19, a colheita dos senadores já traz resultados que seriam surpreendentes, se não atribuíveis a quem os produz. A Comissão recebeu uma carta firmada