Brizola ainda vive


Maior resistência ao golpe pós-renúncia de Jânio Quadros, que impediria João Goulart de ser Presidente da República, Leonel Brizola firmou liderança nacional, com sua bem armada brigada gaúcha. Junto com o General Machado Lopes, comandante militar no Sul, o governador gaúcho pôs por terra o projeto dos golpistas. Dotado de coragem pessoal rara, mobilizou seu Estado e em grande medida conquistou a simpatia e a admiração dos brasileiros, de Norte a Sul. Não precisava de um revólver para mostrar sua bravura. Muito menos de intermediários. Engenheiro, nem por isso deixou de ser bom orador. Domingo, em Porto Alegre, a liderança do líder morto mostrou-o tão vivo quanto há quase 60 anos. Que falta ele faz!

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O assediador Pedro Guimarães, digno representante das forças que se instalaram no poder, depois do golpe contra Dilma Rousseff, não deixou por menos. Mesmo que, para obter benefício ilegal e imoral,

Calou mal e pode ser um sinal de alerta a leitura do pedido de criação da CPI do MEC , no Senado. Presidente da Casa, o governists Rodrigo Pacheco anunciou o resultado de sua influência no processo:

Visitante habitual desta nau está intrigado sobre o noticiário da varíola do macaco. Argumenta ele que no Brasil há numerosas espécies desses animais, nem todas existentes em outras regiões do Mundo.