Brincando com fogo

As decisões de Donald Trump inquietam o mundo. Voltado apenas para seu próprio umbigo, o Presidente norte-americano decide e age à revelia dos interesses de outros povos e em benefício dos grandes capitais. De que é um dos detentores. Ainda agora, ofende a soberania de duas nações do Médio Oriente, estendendo o braço armado dos Estados Unidos e assassinando desafeto de uma terceira nação. Os desatentos e ingênuos dirão que se trata de uma sandice. Não é bem assim. Lucidez é o que não falta em suas más ações.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O coringa desastrado (?)

Migrante ministerial, o réu confesso Ônix Lorenzoni troca de pasta como quem troca de roupa. Perece certo ministro da ditadura, pau para toda obra. Com uma vantagem sobre o pretenso candidato ao gover

Sem Roma, nem Romano

Perde o Brasil um dos seus intelectuais mais lúcidos, com a morte do filósofo Roberto Romano. Professor da UNICAMP, Romano deixa a memória de um cidadão preocupado com a ética necessária às relações h