Bola da vez


Nossas atenções devem voltar-se para área por enquanto preservada das idiossincrasias do Presidente Jair Bolsonaro. Quando os pronunciamentos do Chefe do Poder Executivo brasileiro começarem a produzir efeito, a Ministra Teresa Cristina enfrentará crescentes dificuldades. Menos porque alguns produtores do agronegócio têm a ver com a devastação florestal que pela resistência que, com admirável discrição, a Ministra opõe à boiada pronta para passar. É só perguntar para o sinistro Ricardo Salles.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A Amazônia sendo devastada, o Presidente vendendo gato por lebre no exterior e o vice-Presidente, investido das funções de xerife da Amazônia, só agora soube da devastação. Do círculo de ferro das fak

Segue em marcha batida o processo que tentará impedir a participação do Presidente e excluir o até agora imbatível ex-Presidente Lula das eleições de 2022. Os media já noticiam o interesse do centrão

Sinto envelhecer, quando: o casamento, no passado formador de famílias, passou a ser um organizador de quadrilhas; o desvio de dinheiro púbico era chamado desfalque, não comissionamento; o patriota e