Big brothers

Alemanha, Japão e Itália, os descendentes tardios do nazifascismo tratam de compor novo eixo. Sob a liderança dos Estados Unidos da América do Norte, sob Donald Trump, Jair Bolsonaro, Viktor Orban (Hungria), Narendra Modi (Índia), Boris Johnson (Reino Unido), Rodrigo Duterte (Filipinas) e Vladimir Putin (este por razões algo contraditórias) tentam ressuscitar as políticas de Adolph Hitler. Campos de concentração e gulags não são descartados. Se ainda não bastar a violência patrocinada e facilitada pelo Estado nesses países. Os sete anões da Humanidade,

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Confusão tola

As novas tecnologias da informação que na percepção de Marshall Mac-Luhan transformaram o mundo em uma aldeia global, nem sempre têm sido vistas com a seriedade necessária. Talvez aí esteja uma das ra

Policialesco

Quem ainda tenha dúvida sobre a transformação do Estado democrático de Direito em um Estado policial, leia com atenção noticiário sobre as irregularidades atribuídas ao ex-reitor da UFSC, professor Lu

Justa reverência

Denominar o prédio em que se instalou a Faculdade de Artes da UFAM de Maestro Nivaldo Santiago era o mínimo que o velho professor merecia. Fez-se justiça a ele, cujos serviços profissionais engrandece