Bem e mal

O Congresso aprovou a concessão de ajuda a pessoas e famílias do que Élio Gáspari chama "o andar de baixo". Desta vez, o andar de cima foi além. Paulo Guedes fixou a esmola em R$ 200,00. Os parlamentares cogitaram elevar o valor para R$ 500,00. Campanha política, porém, pesa mais: daí os R$ 600,00 determinados pelo Presidente Bolsonaro. Objetivos pessoais servem para o bem e para o mal. Talvez por isso, muitos brasileiros gostariam de votar todo ano. O dinheiro surge do nada...

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Da morte e dos seus tipos As cargas são diferentes talvez Caronte não o saiba nem saber lhe interessa não faltarão valquírias sedutoras à satisfação do Cérbero faminto Jet-sky não transporta cadáveres

Conhecedor precário do fenômeno, vejo a polarização ser criticada sem encontrar algo capaz de levar à razoável compreensão das relações que o causam ou nele interferem pesadamente. A observação dos fa