Aprendeu a contar

Delfim Netto, bom executivo na ditadura, só agora acertou as contas. Em recente declaração, o ex-Ministro da Fazenda e da Agricultura no período 1964-1985 descobriu que menos de 40% dos eleitores brasileiros elegeram Jair Bolsonaro. O contador paulista aprendeu muita coisa depois que desocupou os gabinetes poderosos em que um dia foi instalado. Nada diferente da maioria dos ocupantes de altas posições quando deixam os postos na hierarquia estatal: tornam-se sábios e têm solução para todos os problemas que não resolveram enquanto detinham poder.

5 visualizações0 comentário