Aposta no caos

Quando a burrice é muita e a desonestidade ainda maior, disseminar mentiras passa a ser moeda corrente. Foi temerária, perniciosa e condenável a inserção, nas redes sociais, de nota informando que o Presidente Bolsonaro teria substituído todo o comando das Forças Armadas. O próprio governo deveria interessar-se por saber de onde foi disparada a nova ofensiva. Fortuita ela não é.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A Amazônia sendo devastada, o Presidente vendendo gato por lebre no exterior e o vice-Presidente, investido das funções de xerife da Amazônia, só agora soube da devastação. Do círculo de ferro das fak

Segue em marcha batida o processo que tentará impedir a participação do Presidente e excluir o até agora imbatível ex-Presidente Lula das eleições de 2022. Os media já noticiam o interesse do centrão

Sinto envelhecer, quando: o casamento, no passado formador de famílias, passou a ser um organizador de quadrilhas; o desvio de dinheiro púbico era chamado desfalque, não comissionamento; o patriota e