Anti-todos

Um alemão de 43 anos e amante das armas entrou em dois estabelecimentos comerciais e matou a tiros nove pessoas. Eram imigrantes e o ódio racista teria sido a causa da chacina. A xenofobia crescente na Europa levou a Rede Europeia Contra o Racismo (ENAR, em inglês) a denunciar quanto o antissemitismo e o anti-islamismo têm matado mais que o terror organizado. Sempre que atos como o de Tobias R. (esse o nome atribuído ao matador) se registram, está sendo morto um pouco de todos nós.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O coringa desastrado (?)

Migrante ministerial, o réu confesso Ônix Lorenzoni troca de pasta como quem troca de roupa. Perece certo ministro da ditadura, pau para toda obra. Com uma vantagem sobre o pretenso candidato ao gover

Sem Roma, nem Romano

Perde o Brasil um dos seus intelectuais mais lúcidos, com a morte do filósofo Roberto Romano. Professor da UNICAMP, Romano deixa a memória de um cidadão preocupado com a ética necessária às relações h