Anti-regional

O governo federal pretende fazer da ferrovia do Carajás, entregue à Vale do rio Doce em 1997, moeda de troca para beneficiar o Centro-Oeste. Embora a economia daquela área seja mais bem aquinhoada que a nossa. Quem dá o brado de alerta é o Presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico - CODEC e do Conselho Superior da Associação Comercial do Pará, engenheiro Lutfala Bitar. Texto de sua autoria foi publicado na edição do último domingo, sob o título A renovação da concessão da EF Carajá, em O Liberal, de Belém. No passado, energia e minérios nada deixaram no vizinho Estado. Agora, mais um saque nas escassas esperanças da Amazônia.

0 visualização

Posts recentes

Ver tudo

Quem tem medo...

O episódio envolvendo o vice-líder do governo no Senado inverteu a frase tão conhecida. Antes dizia-se que quem tem...tem medo. Agora, pode-se dizer que quem tem medo suja a cueca...e o que ela carreg

De novo

Alguns países da Europa, França, Alemanha, Reio Unido e Itália, dentre outros, começam a admitir a ameaça de novo surto da covid-19. Medidas postas em prática antes começam a ser novamente decretadas,

Convergência

Quem tenha razoável conhecimento da política brasileira não vê razão alguma para surpreender-se. É perceptível, pelo que tem de despudorada e acintosa, a aproximação de lideranças e políticos aparente

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.