Ansiedade e anseios


É no Brasil que se registra o maior índice de ansiosos, segundo recente publicação. Há perto de 19 milhões de pessoas portadoras desse mal, agravado com a pandemia. Correspondem a pouco mais de 9% da população. Não é só a covid-19, porém, a agravante. A frustração na busca de seus objetivos, a impossibilidade de satisfazer justos anseios respondem, de ordinário, por boa parte desses números. Em tempos de crise e testemunhas da indiferença, quando não da cumplicidade de muitos, em relação ao mal agravante, maior é uma – a ansiedade -, enquanto menor é a satisfação dos anseios.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A Amazônia sendo devastada, o Presidente vendendo gato por lebre no exterior e o vice-Presidente, investido das funções de xerife da Amazônia, só agora soube da devastação. Do círculo de ferro das fak

Segue em marcha batida o processo que tentará impedir a participação do Presidente e excluir o até agora imbatível ex-Presidente Lula das eleições de 2022. Os media já noticiam o interesse do centrão

Sinto envelhecer, quando: o casamento, no passado formador de famílias, passou a ser um organizador de quadrilhas; o desvio de dinheiro púbico era chamado desfalque, não comissionamento; o patriota e