Amazonas presente

Dois senadores amazonenses integram a CPI da Covid-19. Se os representantes se portarem como o exige o sofrimento do povo do Amazonas, a cobrança de ambos - Eduardo Braga e Omar Aziz - não deixará por menos. Desde fila de vacinação furada, compra fraudulenta de equipamentos e medicamentos, falta de oxigênio e transporte enganado de cilindros, além de coação para o uso de medicamento inócuo ocorreram aqui. Não é hora de brincar com a morte de tantos brasileiros, ainda mais quando a negligência, o desdém e a ignorância transformaram Manaus no epicentro da pandemia. Sabemos todos dos interesses políticos em jogo, mas o bem que for feito à população pode desta vez pesar mais que os acordos espúrios sempre prejudiciais ao povo. A presença do Amazonas no órgão investigador não poderá frustrar o eleitorado. Ainda mais quando se vê a insinuação de candidaturas nada vinculadas ao interesse da maioria da população. Ninguém ignora que Eduardo e Omar são candidatos potenciais ao governo, em 2022. Não faltam jacarés com os dentes à mostra, esperando que o filé lhes caia na boca. Os dois senadores, imagino, têm isto muito claro.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

À tripa forra

Romero Brito, artista plástico residente em Miami, e Eri Johnson, ator, encheram o bucho (para usar a linguagem corrente no local), no almoço das mães, no Palácio Alvorada. Desde o alvorecer, carne as

Adiamento

A live de lançamento do livro O Festival da Canção de Parintins, narrativas dos compositores: História, Memória e Identidades (1985-2021), foi adiada. Não foi, nem será realizada hoje, 8 de maio. Logo