Alívio

Mal confirmada pela Associated Press, a eleição de Joe Biden para a Presidência da poderosa nação fundada pelos passageiros da Mayflower foi saudada pelos chefes de governo da Europa e de outros continentes. Mesmo os líderes que faz pouco tempo toleravam ou aplaudiam as insanidades bem-calculadas de Donald Trump não conseguiram esconder o alívio pela derrota do republicano. Mais bem informados que nós, pobres espectadores da cena política internacional, Emmanuel Macron (França), Ângela Merkeln (Aledmanha), Giuseppe Conti (Itália), Pedro Sanchéz (Espanha), Alberto Fernandéz (Argentina), Justin Trudeau (Canadá), Katterina Sakellareropolou (Grécia) já cumprimentaram o democrata e a primeira vice-Presidente mulher eleita nos Estados Unidos da América do Norte. Talvez na cabeça de muitas lideranças coubesse a hipótese de Trump, que confessou não saber perder, acionar o botão vermelho.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo