Ah, se não fôssemos frustrados!...

A vacina russa iniciará a fase 3 dos testes da vacina que pretende lançar, nos próximos meses. Inicialmente levado à conta de fake-news, o projeto de incluir-se dentre as iniciativas em execução em outros países agora passa a ser tratado de outra forma. A reação raivosa e despeitada, presa a interesses ideológicos (e econômicos, obviamente) foi substituída pela grande imprensa e dirigentes de outros países, mesmo concorrentes. Acostumados às bravatas, grosserias e ameaças de Donald Trump, os media ocidentais tentaram levar ao ridículo a vacina russa, desde o nome dado a ela pelo governo Putin. O que revelou ainda permanecer como um corpo estranho incrustado na mente dos adversários do que se pensou ter sido um regime socialista a turnê de Yuri Gagarin pelo espaço. Ao invés de alardear o que vinham fazendo os cientistas russos, o governo daquele país preferiu a discrição. Experimentado membro da KGB, Putin manteve em silêncio (como seus subordinados fariam diferente?) a busca da vacina. Agora, os círculos científicos internacionais esforçam-se por acompanhar a execução do projeto, que se sabe prestes a testar 40 mil voluntários e chegar à produção da vacina ainda este ano. Pelo menos, é isso o que prometem os cientistas e pesquisadores da Rússia. Ah, se seus antecessores tivessem logrado implantar o socialismo digno deste nome!...

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Conhecedor precário do fenômeno, vejo a polarização ser criticada sem encontrar algo capaz de levar à razoável compreensão das relações que o causam ou nele interferem pesadamente. A observação dos fa

O Planeta todo sabe, esteja onde estiver um só ser humano. O império precisa armar-se, sob pena de desconstituírem-se, esvaziarem-se, desmancharem-se no ar toda sua solidez e arrogância. Onde quer que

Circula nas redes (anti) sociais informação intrigante (ou apenas simples intriga) sobre os comes-e-bebes que festejarão o casamento do cidadão Luís Inácio Lula da Silva. Exercício característico dos