A IDEOLOGIA DO MAL DOMINANTE NO GOVERNO GENOCIDA

Os governos do PT foram marcados por uma composição política heterogênea, onde participavam partidos de esquerda, de centro e de centro-direita. Formou-se um bloco duvidoso, suspeito, que deu no que deu, com o PMDB capitaneando o golpe.

Penso que a formação de um bloco político amplo não foi equivocada, mas houve erro na concepção de hegemonia, ao deixarmos que os partidos de elite tomassem conta do governo.

Uma coisa é certa: não foi um governo marcado pela dominação ideológica. Pelo contrário, a disputa ideológica dentro do governo foi dura e permanente.

Faço esta introdução para mostrar que a ideologização é dominante politicamente no atual governo, com perfil de uma extrema-direita raivosa e sordidamente atrasada, onde valores como o machismo, a misoginia, o racismo e a violência cultural predominam. Neste sentido, trata-se de uma gestão ideológica e única. Quem não se enquadra minimamente é defenestrado, seja aliado ou não. Desde o início tem sido assim.Então, caro bolsominion que chafurda na lama da ignorância, não venha condenar a dominação ideológica de ontem, que não houve, quando teu governo é marcado pelo domínio do pensamento único e uma prática do mal que o une.

Lúcio Carril

Sociólogo

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Visitante contumaz desta nau envia-me paródia oportuna e interessante, com o pedido de postá-la. Refere-se à música Helena, Helena, de Constantino Silva e Antônio Almeida, gravada em 07/11/40, nos est

Minhas frustrações não me fizeram amargo, tampouco me colocaram em sofrimento com a vida. Gerou, sim, uma enorme angústia que serve de um equilíbrio freudiano, capaz de conter os impulsos do ID e frea