A guerra de cada um


A pandemia tem ensinado muita coisa. A primeira delas, que a vida humana não é valorizada por todos da mesma forma. A outra diz respeito ao conceito que dela fazem as diversas categorias e profissionais envolvidos. O pessoal de saúde mostra que o contrário da vida é a morte, por isso, trata de curar os infectados, às vezes comprometendo sua própria vida. Já o Presidente daRrepública entende estarmos “...em guerra para o Brasil não virar uma Venezuela, país que é governado pela esquerda. A gente vai vencer essa guerra, o Brasil não vai pela esquerda, não vai virar Venezuela”. Na guerra, como se sabe, a morte – desde que não seja a nossa – é o objetivo buscado.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O assediador Pedro Guimarães, digno representante das forças que se instalaram no poder, depois do golpe contra Dilma Rousseff, não deixou por menos. Mesmo que, para obter benefício ilegal e imoral,

Calou mal e pode ser um sinal de alerta a leitura do pedido de criação da CPI do MEC , no Senado. Presidente da Casa, o governists Rodrigo Pacheco anunciou o resultado de sua influência no processo:

Visitante habitual desta nau está intrigado sobre o noticiário da varíola do macaco. Argumenta ele que no Brasil há numerosas espécies desses animais, nem todas existentes em outras regiões do Mundo.