top of page

A aposta

O governo do Estado anunciou a adição de cerca de 300 leitos na rede de hospitais que atendem aos pacientes da covid-19. Também a reserva dos leitos do Pronto Socorro 28 de agosto aos portadores do mal. A isso se pode chamar correr atrás do prejuízo. Não que o prejuízo deva atrair pessoas (governos, menos ainda), mas que a corrida atrás do prejuízo, neste caso, assemelha-se a correr atrás do ladrão que nos bateu a carteira. Tudo, resultado da aposta feita pelas lideranças comerciais do Estado, com o doce e pressuroso constrangimento das autoridades que lhes deram ouvidos e lhes satisfizeram o egoísmo. Também os pobres de direita estiveram nas ruas, aplaudindo os que lhes sugam sangue, suor e lágrimas...

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Desconstrutor

O vereador Sassá da Construção Civil (PT-AM) é favorável ao injustificado recuo de Lula, no quiproquó com Netanyahu. O que bastou para o advogado Marcelo Amil protestar, cheio de razão, em seu blog ww

Rusgas à vista

Se procedem, as informações sobre a pretensa blindagem do Exército pelo quase ex-tenente-coronel Mauro Cid, pode-se antecipar dificuldades no relacionamento entre a Marinha e as forças de terra. Segun

Stand up às avessas

O pralamentar Marcos Val tem irresistível e mal aproveitada vocação para o stand up. Ele não consegue fazer mais que desatar gargalhadas naqueles que ouvem suas - como direi? - narrativas. Ou, para se

Comments


bottom of page