Fake


Circula nas redes sociais informação procedente da Itália que pode gerar uma nova revolta da vacina. Publicada no sitio Oriundi.net a matéria traduz texto de um tal Cesare Sacchetti, que a editou em blog pessoal. Já desautorizado por vários especialistas, o texto menciona autópsias que teriam sido feitas em 50 cadáveres de vítimas da covid-19. A conclusão, já dada como falsa, reduz o impacto do vírus sobre os pulmões, atribuindo seu caráter letal ao aparelho circulatório. Maximiza o tratamento anticoagulante e menciona duas drogas, neutralizando a insinuação de que é terrorismo psicológico e político o que fundamenta o combate à pandemia. Pior, afirma que a imunização “seria completamente desnecessária e potencialmente prejudicial”. Do jeito que o diabo gosta.

4 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Vaidade e remorso

O que resta em mim de esperança na sociedade humana trabalha contra o maniqueísmo. Nenhum dos bípedes a que, às vezes inadvertidamente, chamamos humanos, foge à regra: dentro de cada um de nós, todos

Direito de expressão e charlatanismo

Para dizer o menos, foi inoportuna a nota divulgada pelo Centro de Comunicação Social do Exército, a propósito de matéria publicada no semanário Época. Assinado pelo jornalista Luiz Fernando Vianna, o

Cenário e simbolismo

Cristiane Rose Jourdan Gomes é o nome dela, ocupante de uma cadeira na Diretoria Coletiva da Agência Nacional de Vigilância em Saúde - ANVISA. Na memorável sessão de ontem, em que foi unanimemente a

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.