top of page

Colo

Durante festejo pelo Dia do Trabalhador, terroristas viram frustrada a intenção de matar milhares de pessoas, no RioCentro. O sargento que acariciava a bomba mortífera teve-a explodida no próprio colo. O capitão que o acompanhava ficou mutilado. Agora, tem-se dito que outro colo recebeu os estilhaços das três granadas lançadas por Roberto Jefferson contra agentes da Polícia Federal. Desta vez, as granadas foram acompanhadas pelo ricocheteio de 50 projéteis de fuzil. Tudo chegou ao colo do próprio inspirador e estimulador do terrorismo pago com dinheiro público, o Presidente da República.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Risco calculado

Lula faz um lance arriscado. O conhecimento que ele tem da alma humana, dos políticos brasileiros sobretudo, faz supor que o triPresidente sabe dos riscos que corre. O desafio a Arthur Lira não pode s

Sócios

Serena, responsável e oportuna a manifestação do governo brasileiro, sobre a guerra que envolve Israel e Irã. O ovo da serpente parece maduro. Eliminar os palestinos é fácil; difícil é enfrentar o Irã

Os ganhadores

Quem souber, informe-me, por favor: como se comportam as ações das empresas produtoras de armas, nas bolsas do Mundo? Ou o mercado está penalizado?

コメント


bottom of page