É PRECISO COMBATER A VIOLÊNCIA E RESPEITAR A DIVERGÊNCIA


Quero abrir um debate sobre o tema: briga de marido e mulher ninguém mete a colher.

Não mete mesmo. Imagina se eu começo a discutir com minha companheira aqui no bairro popular da redenção e todo mundo da rua se mete, tomando partido? Será um Fla-flu. Todo ser humano tem direito à sua privacidade e construir sua relação na divergência.

Outra coisa é a violência. Aí não precisa ser entre marido e mulher, mas entre qualquer ser humano. Se um pai espanca uma filha, deve ser denunciado. Um vizinho ou vizinha tem o dever de intervir. Não é diferente entre uma avó e uma neta, um avô e um neto, entre pessoas que se agridam.

O que não dá pra admitir é a invasão de privacidade, na tentativa de acabar com a possibilidade de construção da relação humana na diversidade e na divergência, elementos imprescindíveis para o respeito e o amor.


Lúcio Carril

0 visualização

Posts recentes

Ver tudo

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.