Ser invisível a separar

pais de filhos

marido de mulher

irmãos de irmãos

amigos e tantos

quantos fingimos próximos

e semelhantes

junta-os todos

na angústia e no

medo

de um amanhã

que não se sabe

tira o sabor

da vida

(quando não ela mesma)

de tudo o mais

quanto o prazer que lhe dá o

ser vivida

desnuda contudo

sentimentos sopitados

anseios e apetites

deslavados

acompanha-o certa fúria

genocida.

Manaus, 17 de agosto de 2020.

A cueca do senador Chico Rodrigues (DEM-RR) desviou a atenção de todos, ocultando problemas graves de que o esconderijo do dinheiro do parlamentar é apenas um exemplo. A aproximação de supostos moralizadores públicos ao Presidente Jair Bolsonaro passa quase despercebida, entretidos todos na liquidação da operação que só se justificaria enquanto havia corrupção no País. No entanto, multiplicam-se os barões da pandemia, em todas as regiões. A compra de equipamentos e medicamentos fez necessárias mais cuecas. Não se tem ainda a oscilação das vendas desse produto, mas já se sabe quanto ventiladores, aspiradores e outros artigos proveram as contas bancárias de pessoas de bens. No estado de calamidade e de emergência, nada urge mais que meter as mãos nos cofres que há muito deixaram de ser públicos. Os barões são os donos deles.


O garoto, Anujath, 10 anos, soube que o pai dizia a todos que a mulher (Sindhu o nome dela), mãe do menino, ficava em casa. “Ela não trabalha”, dizia o exemplar indiano do machista. O filho, atento à faina cotidiana da mãe, fez o desenho com que rompo a rotina de publicar textos apenas, neste Camarote. Mais que os adultos, a criança foi capaz de captar a realidade. Da mãe dele e de todas as mães da vizinhança. Uma das vantagens da infância, a inocência traz consigo a pureza dos sentimentos e a sensibilidade que permite ver o que os mais velhos não enxergam...nem querem enxergar. Pena é a probabilidade de a criança crescer e se tornar, pelas lições e exemplos recebidos, um filho de peixe... Ou, quem sabe? – tentará transformar a realidade injusta de que dá pingente e magnífico testemunho. À custa de muito sofrimento e resistência, pois não é minoria a multidão de homens que pensam e agem como pensa e age o pai do pequeno desenhista indiano.

O desenho é capa do volume que traz o Orçamento de Gênero, 2020-2021 da Índia.

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.